• Cláudio Veríssimo

O que é uma carteira de ações e para que ela serve?

Uma carteira de ações é simplesmente um conjunto de ativos da bolsa de valores que o investidor escolheu. Dessa forma, o mesmo tem como objetivo lucrar mediante a uma posterior valorização das ações.


Assim, é importante conhecer esse termo e entender como uma carteira é preparada para um determinado mês. Então é sobre isso que estaremos falando nesse artigo.

carteira de ações


Definição de carteira de ações


Para que os investidores possam construir uma carteira rentável é necessário estar familiarizado com o tema. Dessa maneira, a carteira de ativos é um portfólio das escolhas realizadas pelos acionistas da bolsa.


Ou seja, são as ações que ele comprou ou pretende comprar em um determinado período de tempo. Com isso, o conceito de carteira é simbólico, e serve apenas para servir como uma referência no mercado.


Nesse sentido, é importante saber que a bolsa conta com centenas de ativos de diferentes empresas. Ao passo que é necessário uma análise bem feita para que as escolhas sejam as melhores possíveis.


Além disso, a categoria de renda variável acaba sendo mais arriscada do que o de renda fixa. Já que a volatilidade (oscilação) do mercado pode vir a ocorrer gerando tanto lucros quanto prejuízos aos investidores.


Desse modo, a diversificação nas escolhas também é importante e captar as melhores empresas é fundamental. Geralmente um portfólio que conte com pelo menos 10 ativos é um bom de carteira de ações.



Funcionamento de uma carteira de ações


Para que sejam realizadas as melhores escolhas é importante que o mercado seja estudado e analisado. Pensando nisso surgem os analistas que observam os ativos e realizam as projeções deles.


Como consequência disso os acionistas podem optar por dois tipos de estratégias que são:

  • Dividendos: o investidor compra as ações de empresas sólidas buscando o pagamento dos lucros ao mesmo;

  • Valorização: no longo prazo esses ativos podem render bastante e com isso o acionista vende os ativos futuramente.

Sem dúvida, o principal de tudo é que a pessoa saiba exatamente qual o seu perfil de investidor. Somente dessa forma é que ele compreenderá a melhor estratégia na busca da rentabilidade.


Quais são as principais categorias presentes na bolsa de valores?


Agora que já entendemos o conceito de carteira de ações vamos conhecer as categorias que as compõem:

O mais interessante é que não há restrição na montagem da carteira, pois qualquer ativo pode ser incluído. Dessa maneira, é possível aplicar em ações de bancos, varejo, entre outros ao mesmo tempo.


A taxa Selic também possui certa importância na bolsa de valores, e tudo depende justamente de cada setor. Geralmente a renda fixa é a mais impactada pela queda ou aumento nos juros.


Portanto, a carteira de ações é uma maneira de conseguir construir um portfólio que possa render dinheiro ao investidor. Assim, basta analisar o mercado e incluir as empresas que se demonstrem promissoras.


Artigo escrito por Cláudio Veríssimo: Escritor e Redator (Freelancer).

Com experiência de 2 anos como Redator e Escritor, Cláudio é Técnico em Informática, Publicitário e Pós-graduado em MBA Em Comunicação e Marketing.

Ele também já escreveu centenas de artigos para a internet com configuração SEO e todos os seus textos são de autoria própria. Em breve será lançado o seu e-book "Aprendendo a Jogar Xadrez".

Proibida a cópia ou reprodução do artigo sem o consentimento do autor.

Global Conhecimentos é um website com artigos diversos que visam trazer conhecimentos aos usuários.

O objetivo principal é trazer informações e diversão para os leitores. 

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Pinterest
  • Tumblr Social Icon
  • Instagram