• Cláudio Veríssimo

O que é consórcio e como funciona?

Muitas pessoas pretendem conseguir adquirir um bem material e recorrem ao consórcio. Pois, essa modalidade permite a realização desta tarefa através de um grupo específico.


Assim, é importante entender o funcionamento dele para efetuar a compra de um carro ou imóvel. Então continue a leitura do artigo e conheça as vantagens apresentadas.



Consórcio
Consórcio


Definição de consórcio


Essa modalidade de investimento serve para ajudar as pessoas que pretendem realizar algum sonho. Já que em certos momentos elas começam a trabalhar pela sua independência financeira.


Ao passo que o dinheiro obtido pode ser utilizado para a compra de um bem material. Dessa maneira, temos um carro ou mesmo um imóvel (casa própria). Contudo, nem sempre o dinheiro é suficiente para realizar essa aquisição.


Assim, surge o consórcio que possibilita essa compra com muito mais facilidade. Uma vez que um grupo de investidores irão se reunir para que isso seja possível.


Além disso, todos os meses são pagas algumas parcelas que formam um fundo coletivo. Como resultado disso, cada investidor terá direito ao bem material, devendo aguardar apenas a contemplação.


Outro ponto importante é que a pessoa poderá realizar uma oferta. Com isso, as suas chances de ser contemplado serão maiores. Conheça alguns itens que podem ser adquiridos através dessa modalidade:

  • Carros, caminhões, motos;

  • Casas e apartamentos;

  • Prédios utilizados pelas empresas;

  • Viagens;

  • Entre outros.

Por certo, o consórcio possui segurança já que o Banco do Brasil fiscaliza o processo. Porém, as empresas é que realizam a administração e todo o modo de funcionamento.




Como o consórcio funciona?


Antes de tudo é importante saber que cada organização traz produtos específicos. Dessa maneira, o investidor terá a chance de escolher a configuração que mais lhe agrade.


Isso inclui os prazos, créditos e até mesmo as parcelas concedidas pelas empresas. De fato, isso auxilia na escolha adequada para que as finanças pessoais não sejam prejudicadas.


Logo após, a decisão, o cliente então realiza a assinatura do contrato. E recebe uma numeração para identifica-lo dentro do grupo de investidores. Além de ter uma cota de acordo com o as possibilidades dele.


De tal maneira, que as parcelas mensais do consórcio vão sendo pagas. Vale ressaltar que todas as taxas também já estão inclusas no processo. E o dinheiro que for sendo pago cria uma reserva financeira.


Que permite com que cada um dos participantes possa receber o bem material. Desse modo, todos os meses são feitos sorteios para contemplar algum dos participantes.


Além disso, é possível realizar lances que acelerem ainda mais o processo. Entretanto, é bom saber que todos irão conseguir ser contemplados em algum momento.


Agora se houver a premiação, o investidor pode obter a sua carta de crédito. Que dará a possibilidade de comprar o item desejado. Só que não podemos esquecer que todos os requisitos do contrato devem ser cumpridos.




Vantagens apresentadas pelo consórcio


O consórcio traz diversas vantagens para quem pretende ingressar nessa modalidade. Veja uma lista com algumas delas:

  • Ausência de juros: basta apenas pagar as parcelas e a taxa proposta no contrato;

  • Melhor organização das finanças: evita que a pessoa fique com dificuldades em seu orçamento;

  • Contemplação: pode ocorrer rapidamente e garantir uma maior rapidez no processo;

  • Investimento: uma forma de garantir o futuro e de realizar sonhos.



História do consórcio aqui no Brasil


Inicialmente essa modalidade de investimento surgiu em meados dos anos 60. Sendo mais precisamente em 1962 e era voltada para os automóveis. Além de ter sido instituída pelos funcionários presentes no Banco do Brasil (BBAS3).


Por certo, havia um grande aumento no ramo e a busca por veículos aumentou consideravelmente. Posteriormente surgiu a possibilidade de criar grupos voltados a outros tipos de bens materiais.


Com isso, o consórcio começou a incluir outros tipos de itens. Que podiam ir desde os imóveis até os eletrônicos. Sem dúvida, essa modalidade ajuda muito quem pretende realizar um sonho. E que muitas vezes não tem o dinheiro total naquele momento.



Conclusão


Um consórcio nada mais é do que uma forma de investimento. Onde um grupo de investidores e une para uma causa comum. Dessa forma, saiba que cada um efetua o pagamento de suas cotas mensais.


Enquanto que aguardam o momento de serem contemplados. Ao passo que sua carta de crédito estará disponível em algum momento do processo. Então, só cabe ao investidor seguir o contrato e os requisitos exigidos.


Portanto, o consórcio é uma das melhores maneiras de conseguir um bem material. E ainda contar com as facilidades que o processo permite aos participantes. Basta apenas verificar o contrato e seguir corretamente o que está proposto nas cláusulas do mesmo.



Artigo escrito por Cláudio Veríssimo: Escritor e Redator.

Autor de mais de 3 mil artigos escritos e publicados na internet (configurados para SEO).


Proibida a cópia ou reprodução do artigo sem o consentimento do autor.


Contato para Redator Freelancer: claudio_publicitario@yahoo.com.br

2 visualizações